Guia de Produção

Legenda

Apresentação

Prezado(a) docente,

Preparamos esse material para auxiliá-lo na preparação do material didático a ser utilizado na SEAD/UFRB e disponibilizado na rede UAB. Com esse guia, pretendemos orientá-los quanto às especificidades na produção dos diversos materiais didáticos a serem produzidos pelos senhores.

Os prazos definidos nesse guia poderão ser modificados de acordo com novas demandas e são aproximados. Para previamente defini-los, levamos em consideração todas as partes envolvidas no processo de criação do material até a sua reprodução final.

Organograma da produção do material didático

Coordenador do curso e Coordenador mídias faz o levantamento da demanda;

Informa ao docente e reforça os prazos definidos;

Professor recebe a demanda do coordenador do curso;

O professor conteudista elabora o material (apostilas, guias de estudo, listas de atividades, dentre outros) e envia em formato estabelecido pela SEAD;

Professor adiciona o material no AVA (que é aqui considerado como a versão já finalizada por ele, e caso necessite de alteração será feito através de notificação pela Equipe Mídias SEAD);

Prazos

Os prazos serão determinados pelo coordenador do Núcleo de Mídias. Um cronograma será apresentado ao professor no dia da reunião de início do período letivo.

Levantamento de demanda

O coordenador do curso é o responsável por apresentar a demanda sobre a produção de qualquer material didático que julgue necessário ao andamento do curso. É importante que o coordenador esteja atento aos prazos estabelecidos para que não ocorra atrasos na disponibilização do material.

O coordenador por sua vez fará a identificação da necessidade de produzir o material, entrará em contato com o professor e reforçará os prazos definidos nesse guia.

Produzindo o material didático

O material didático produzido não deve restringir-se somente a figuras e textos. Na medida em que a estratégia pedagógica permitir, a utilização de vídeos e animações poderá trazer maior interação do discente e motivação para continuar sempre recorrendo ao material didático como apoio pedagógico. Bem como a implantação de ícones padrão e hipertextos para materiais como livros, guias, layout do moodle, slide. A função destes é alertar para informações essenciais que aparecerão chamando a atenção dos alunos para fatos que poderiam facilmente passar despercebidos no emaranhado de linhas, tornando assim o processo de aprendizagem mais fácil e auxiliando no processo de tornar familiar o material de estudo, já que todos os materiais produzidos juntamente a SEAD utilizarão os mesmos padrões.

O Guia de Estilo com os ícones a serem utilizados encontram-se disponível em: Guia de Estilo (link externo).

Veja uma prévia do Guia de Estilo a seguir:

Avatar
Figura 1.1: Guia de estilo.

Guia ou módulo para guias didáticos, apostilas, módulos ou livros

Por definição geral em EaD, o guia deve ser claro, preciso e de fácil entendimento. A metodologia aplicada para a sua produção deverá ser um texto aplicável a EaD e voltado aos seus aspectos inerentes. Todas as disciplinas deverão conter um guia ou módulo. O professor receberá a demanda e a partir daí produzirá o material solicitado, atendendo ao prazo.

O guia deverá conter figuras, diálogos com outros autores, explicações, atividades de reflexão e de desafio, ilustrações, estudos de caso resolvidos e exercícios com gabarito.

Indica-se a utilização de Guia de Estilo como forma de nortear e incentivar a leitura de pontos específicos no texto, cuja escolha será realizada de acordo com sua aplicação ao conteúdo específico do guia.

Para produções de materiais

Para a reprodução, deverá ser enviado um arquivo em doc. salvo com o nome ISBN_TITULO DOMATERIAL DIDÁTICO, com as seguintes informações preenchidas:

Título;

Breve resumo do material didático;

Assunto;

Informações pertinentes do autor do material didático (Nome, formação acadêmica).

Já os materiais didáticos poderão encaminhados na extensão doc. (Word) ou tex. (LaTeX), no entanto verifique as regras relacionadas para cada extensão.

Manual para arquivos escritos em extensões DOC

Materiais escritos no Word NÃO PODERÃO TER fórmulas, expressões matemáticas escritas no seu corpo em formato de imagem;

Os títulos de seções e capítulos do índice/sumário deverão vir prontos;

O texto deverá ser escrito em fonte Calibri, tamanho 11, cor preta 80%, justificado e espaçamento entre linhas de 1,5;

Marcadores de capítulo e outros, deverão ser feitos manualmente, e não inseridos automaticamente seguindo o padrão de formatação em fonte Calibri, em negrito e na cor preta 80%, alinhado a esquerda;

As tabelas, gráficos e ícones do guia de estilo utilizados no texto deverão estar em outro documento, podendo conter todos os gráficos, tabelas e ícones do guia de estilo que serão utilizados. Para isso, no corpo do texto redigido deverá conter a chamada respectiva ao que deve ser utilizado, escrita em negrito e na cor vermelha, contendo o mesmo nome de referência que foi descrito no documento de anexos. Tabelas que estejam em imagem devem ser convertidas em texto (refazer a tabela). No caso dos ícones, estes seguirão o mesmo esquema das tabelas e gráficos com a ressalva de que no arquivo onde se encontrará todos os anexos deve ser inserido também o hipertexto (pequeno texto que irá acompanhar o ícone explicando o que gostaria de chamar atenção, levando em consideração a simbologia de cada ícone);

As fotos (imagens) utilizadas no texto deverão estar em uma pasta separada, sendo necessária a criação de subpastas para dividi-las em capítulos. A chamada destas imagens deverá estar escrita em negrito e na cor vermelha, contendo o mesmo nome de referência. O nome destes arquivos deve estar em ordem crescente, na ordem que vai sendo adicionado ao texto. Exemplo: Figura 01, Figura 02 e assim por diante. Deve-se enviar imagens com tamanho mínimo de 800 pixels de largura ou altura e 300 dpi de resolução, para imagens contidas no documento, já para imagens que devam ocupar um grande espaço na folha, como meia folha ou folha inteira, deverão ter no mínimo 1500 pixels de altura ou largura e 300 dpi de resolução.

Todas as figuras que não sejam de autoria do autor que estiver produzindo o guia deverão obedecer aos preceitos éticos e previstos na ABNT.

Conteúdos com formato vetorial (.ai – Adobe Illustrator, .cdr – CorelDraw, .eps – Encapsuled PostScript, .dxf ou .dwg – AutoCad, .svg – Scalable Vector Graphics) deverão ser salvos com preenchimento e contornos em CMYK, e não em RGB ou outro padrão de cor. A inserção destes no documento deve ser referenciada assim como as imagens e tabelas.

Uma vez pronta a versão editável e final do arquivo produzido deverá ser enviada para o e-mail sead.midias@gmail.com, para que esse seja encaminhado para os próximos passos de execução do material didático.

Manual para arquivos escritos em extensões TeX

Poderá ser utilizado para materiais didáticos que tenham ou não no seu corpo fórmulas, expressões matemáticas.

Os títulos de seções e capítulos do índice/sumário deverão vir prontos;

O texto deverá ser escrito em fonte Calibri, tamanho 11, cor preta 80%, justificado e espaçamento entre linhas de 1,5;

Marcadores de capítulo deverão ser inclusos e devem seguir os modelos de páginas exemplificados no final dessa sessão seguindo o padrão de formatação em fonte Calibri, alinhado à esquerda;

A inserção das imagens devem ser seguindo o fluxo de texto $\rightarrow$ → imagem no mesmo arquivo. Todas as figuras que não sejam de autoria do autor que estiver produzindo o guia deverão obedecer aos preceitos éticos e previstos na ABNT.

Slide(interação opcional)

Como todo bom material complementar de estudo, o slide também demanda uma interatividade que pode ser oriunda de figuras, gráficos, exemplos e principalmente pouco texto. Lembrando que este material de apoio irá nortear o aluno durante a videoaula, sendo reproduzido no decorrer da aula acompanhando as explicações do educador durante a videoaula e seu estudo cotidiano.

Para solicitação do template padrão do Slide, enviar e-mail a sead.midias@gmail.com.

Caso o professor ministrador da aula opte pelo uso de slides, este deverá seguir as seguintes regras e recomendações:

Apresentação

Avatar
Figura 1.2: Modelo adotado pela SEAD.

As orientação para produção do slide são:

Tamanho do slide : Widescreen (16:9) (Opção encontrada na aba DESIGN → tamanho do slide);

A imagem a ser adicionada como o primeiro plano de fundo do slide deverá conter a marca da SEAD, EAD, UFRB E UAB conforme a figura abaixo:

Avatar
Figura 1.3: Modelo adotado pela SEAD.

Identificada pelo nome da disciplina que será ministrada a qual ficará no centro do slide na cor azul escuro, com fonte Tw Cen MT tamanho 40, logo abaixo acompanhada no canto inferior direito o número que a aula que está sendo ministrada pertence, sendo esta informada na cor azul claro com fonte Tw Cen MT tamanho 24, negrito. Em seguida no canto inferior esquerdo na cor branca fonte Tw Cen MT tamanho 20 o nome do professor e o curso, conforme mostra a figura acima.

Corpo do slide

Agora como plano de fundo a imagem, deve-se seguir as seguintes recomendações:

Título na cor azul escuro, com fonte Tw Cen MT tamanho 40, com texto centralizado, para justificação correta. Não se esqueça de colocar a caixa de texto com tamanho igual ao texto Corpo do texto: com fonte Tw Cen MT tamanho 28 (o tamanho da fonte poderá ser reduzida até o tamanho 26 não ultrapassando esse limite de redução) ajudando assim a limitar a quantidade de caracteres a ser adicionado por slide apresentado. Lembre-se sempre de justificar o texto.

Avatar
Figura 1.4: Modelo adotado pela SEAD modificado.

Título na cor azul escuro, com fonte Tw Cen MT tamanho 40, com texto centralizado, para justificação correta. Não se esqueça de colocar a caixa de texto com tamanho igual ao texto Corpo do texto: com fonte Tw Cen MT tamanho 28 (o tamanho da fonte poderá ser reduzida até o tamanho 26 não ultrapassando esse limite de redução) ajudando assim a limitar a quantidade de caracteres a ser adicionado por slide apresentado. Lembre-se sempre de justificar o texto.

Avatar
Figura 1.5: Modelo adotado pela SEAD modificado.

Ao encerrar o conteúdo do slide o plano de fundo voltará a ser o inicial, que possui a logo da SEAD, EAD, UFRB e UAB com a seguintes informações:

Avatar
Figura 1.6: Imagem modelo adotado pela SEAD.

A palavra Fim virá na cor azul escuro, com fonte Tw Cen MT tamanho 54 seguido pelo nome do professor e o curso que acabou de ser ministrado, com fonte Tw Cen MT tamanho 30 seguido.

Orientações

Produza slides sintéticos. Lâminas com muito texto fazem a atenção se perder;

Os Guias de Estilo também podem ser utilizados nos slides;

Quando possível use frases motivadoras no final do slide.

Videoaula, Áudio-aula

A utilização de meios multimídias são muito importantes para a motivação e concentração do discente. Todos os conteúdos deverão possuir. Os vídeos serão produzidas na SEAD em horário e data a serem agendados pelo professor. A duração será de aproximadamente de 15 a 30 minutos e poderão ser de duas formas, à escolha do professor:

1) Gravação de áudio sem a utilização da imagem do professor: nesse formato, há a utilização de um avatar e contém os slides. No entanto essa gravação não exime a necessidade que o educador compareça as gravações na SEAD, para que seja feita a gravação de áudio em todas especificações necessárias para a sua reprodução.


2) Gravação do áudio e imagem do professor: nesse formato, a aula é gravada e disponibilizada aos discentes na íntegra. Poderá haver a utilização de slides, quadro ou mesa digitalizadora também, a escolha do professor.

Esse manual foi desenvolvido para orientar o professor a seguir regras de uma produção audiovisual dentro do estúdio com cenografia virtual, são regras simples mas com objetivos profissionais que terão um resultado satisfatório tanto na pós produção, como no produto final sendo proveitoso para ambas as partes do projeto executado.

Como será a sua apresentação?

As apresentações gravadas no formato de videoaula serão disponibilizadas de forma que o vídeo e áudio do professor fiquem sincronizados com o seu Power Point, simulando uma apresentação em sala de aula. As gravações são sempre feitas no formato de “telejornal”, o professor posicionado no centro do Studio em frente das câmeras. O professor também poderá utilizar o recurso com o teleprompter ( equipamento para estúdio em que o apresentador lê o texto na frente da câmera e o telespectador não percebe que ele está lendo) em suas aulas, postura do professor com as mãos juntas na altura da cintura, mas é permitido gesto com as mãos sendo de forma suave nada exagerado, esse tipo de movimento ajuda a dissipar a tensão do professor que não tem intimidade com as lentes. O professor poderá se movimentar em frente da câmera obedecendo o limite de enquadramento realizado durante a gravação.

Quanto tempo leva a gravação? Quando poderei gravar?

As gravações estão programadas para acontecer exclusivamente nos estúdios da SEAD – UFRB localizado no campus da própria Universidade na Cidade de Cruz das Almas Bahia, sendo definida por ordem de agendamento através dos contatos de e-mail ou ligando para o departamento de Audiovisual da SEAD, por isso procure sempre se organizar em agendar seus dias e horários para sua gravação.

Regras de gravação

O estúdio será disponibilizado durante um turno ao professor. A cada 17 horas da carga horária da disciplina, grava-se uma aula de no máximo 15 minutos. Preferencialmente que cada unidade tenha a duração de no mínimo 8 (oito) minutos e no máximo 15 (quinze) minutos. Pede-se que o material a ser lido nas gravações sejam produzidos em um documento word.doc. Para tanto, orientamos que não ultrapasse 4 laudas de texto corrido, estando este na seguinte formatação: fonte Arial / tamanho: 12 / Espaçamento entre linhas: 1,5 / Parágrafo: 1,25 cm / Margem: Normal – Superior: 2,5cm – Inferior: 2,5cm – Esquerda: 3cm e Direita: 3cm.

Lembrando do Power Point padronizado pela SEAD para ser inserido na aula que segue junto com este manual de gravação.

Orientações para o planejamento da videoaula

Objetiva-se com esse texto orientar os professores no planejamento da aula no formato de vídeo (plano de aula). Importante destacar que as videoaulas são distintas das aulas presenciais, então o professor necessita se atentar a alguns pontos na hora de elaborar o plano de aula para videoaula.

Elementos do Plano da videoaula (duração de 8 até 15 minutos):

1. Precisa conter os pontos principais de uma determinada temática assim como a sua problemática (aquele ponto em que normalmente se tem dúvida), exemplificação e conclusão. Uma importante diferença entre a videoaula e aula presencial: o professor precisa antecipar as dúvidas que sua aula pode gerar e pensar em meios para facilitar o entendimento da sua mensagem.

2. Recomendado ao professor lançar uma reflexão ao estudante para aproximá-lo um pouco e animá-lo com a temática.

3. É importante não se utilizar de palavras rebuscadas ou muito técnicas sem o prévio conhecimento dos estudantes. O professor precisa ser claro, objetivo e direto. Evitar se utilizar de algumas figuras de linguagem que são dúbias, como as ironias.

4. Recomendado utilizar slides com dados da videoaula. O slide além de se apresentar como uma importante ferramenta à aprendizagem do estudante EaD, é identificado como outro elemento diferenciador das aulas presenciais. Numa videoaula, não há a resposta imediata de um estudante. Então, se citamos um autor, um livro, uma lei, devemos ter um slide para mostrar na hora da fala ao estudante. Como em uma aula presencial em que o professor cita algo e o aluno pede para saber mais.

Agendamento

Os agendamentos deverão ser feitos somente mediante envio de e-mail, com no mínimo 1 (uma) semana de antecedência. Para cancelamentos justificados, mínimo 3 (três) dias de antecedência. Ambos deverão fazer a solicitação através do e-mail sead.midias@gmail.com ou pelo formulário online.

OBS: no caso de não atendimento aos prazos, o professor dependerá do cronograma previamente agendado pelos demais professores.

Estúdio

Todas as videoaulas devem ser produzidas no estúdio da SEAD - UFRB sob a produção e orientação de um profissional do departamento de Audiovisual da SEAD. Antes que se iniciem as gravações, o professor deve entregar a Equipe de Gravação, o termo de cessão de sua imagem e áudio para as aulas, no prazo estabelecido. As roupas não devem ser decotadas ou com transparência (para mulheres), nem regatas (para homens), não usar nada que seja da cor verde, evitar acessórios exagerados, cuidar da pele e aparência. Durante as gravações, não será permitida a entrada de terceiros, o espaço físico em nosso estúdio é um pouco limitado devido aos equipamentos instalados em seu interior.

A roupa impacta muito na qualidade da imagem. Veja as recomendações abaixo:

Avatar
Figura 1.7: Imagem meramente ilustrativa. Fonte: Google Imagens.

Avatar
CERTO Procure usar roupas em cores sólidas (cinza, preto, azul claro), sem detalhes miúdos ou estampas.

Avatar
Figura 1.8: Imagem meramente ilustrativa.

Avatar
ERRADO NÃO use nenhuma roupa ou acessório da cor VERDE, NÃO use qualquer tipo de tecido com detalhes miúdos (faixas, listras, xadrez, estampas), inclusive em gravatas, lenços, echarpes, etc. Estes tecidos diminuem muito a qualidade da imagem. Tecidos leves também devem ser evitados, pois o microfone é encaixado na camisa, podendo captar os ruídos, como a seda.

Não vou gravar as aulas no estúdio da SEAD - UFRB? Qual o procedimento que tenho que fazer!

Professores de outras localidades fora de Cruz das Almas Bahia, há algumas orientações para aqueles que devido a distância não podem comparecer ao estúdio da SEAD - UFRB.

Seus prazos são os mesmos para professores residentes em Cruz das Almas;

Caso a gravação não esteja nos padrões de qualidade exigidos pela equipe da SEAD - UFRB, está sujeito a regravação;

Solicita-se ainda para a gravação conforme as exigências de cedência e qualidade do vídeo;

Assinatura do termo de cedência da imagem e áudio;

Ambiente de gravação sem ruídos;

Fundo da imagem de cor única no tom de verde limão sem brilho e presença de luzes sem sombras;

Áudio estéreo em 48.000 HZ para 29.0 FPS;

Imagem com tamanho 1920x 1080p 29.0 FPS ou 30 FPS em FULL HD;

Formato do arquivo final do vídeo MP4 ou H264;

Envio do documento através do Google Drive, por e-mail ou a combinar;

O não cumprimento dos termos acarta a regravação imediata das aulas;

Caso a gravação não seja possível de se realizar e enviar para a equipe, consequentemente

deve-se comparecer ao estúdio da SEAD – UFRB de Cruz das Almas Bahia para a produção da mesma.

Padronização do template do moodle

Para uma familiarização, simplificação e discernimento do/a aluno/a, a SEAD desenvolveu um template padrão do qual deverá executada, sendo modificada apenas com a solicitação do Coordenador de Curso ou a elaboração de uma nova edição do Manual didático:

Todos os Polos ficarão inclusos numa única disciplina e sendo subdivididos nas esquematizações da atividades como discussões, a fim de facilitar a mediação dos tutores. A atividade questionário deverá estar separada por polo. Fórum, chat e tarefa são atividades que não se separam por polo. Observar a figura abaixo:

Avatar
Figura 1.9: Representação atividade.

Tópicos boas vindas (primeiro e segundo tópico)

O professor iniciará o curso com o tópico de BOAS VINDAS, como sugestão, relatar sobre a disciplina, seus objetivos, as perspectivas para o determinado componente acadêmico que será lecionado, podendo ficar à vontade em adicionar imagens.

Postagem do módulo (livro didático adotado pelo professor) e da cronograma da disciplina em pdf, assim como a ementa. Poderá ser incluído também um fórum de notícias exclusivo para o uso do professor em que este poderá dar informações para todos Polos.

Avatar
Figura 1.10: Representação de apresentação.

Tópico semanas

Cada tópico de semana (incluir template da semana) deverá ter a data de início e de término:

O tópico semanas, deverá conter:

  1. O conteúdo programático do período;
  2. A apresentação do slide da semana referente;
  3. Videoaula da semana;
  4. Fórum e/ou chat;
  5. Provas, atividades, indicações de leituras (quando houver).

Avatar
Figura 1.11: Representação tópico semana.

Observação: os templates encontram-se disponíveis no seguinte endereço eletrônico: Templates